RayturConcursos

EXCURSÕES PARA CONCURSOS e TURISMO!

Criação de 11,7 mil vagas em cursos de Medicina até 2017

Governo quer dobrar vagas em Medicina

Além de contratar médicos brasileiros e estrangeiros para trabalhar no interior do país, o programa Mais Médicos, do governo federal, pretende dobrar o ritmo de criação de novas vagas de graduação em Medicina nos próximos cinco anos. A proposta prevê a criação de 11,4 mil vagas até 2017, junto da ampliação de ofertas de residências. A evolução prevista para os cinco anos, de 63%, é maior do que o aumento de vagas registrado em toda a última década, quando o país viu crescer em 61% a disponibilidade de cadeiras para interessados em cursar Medicina.

A proposta vai de encontro à tentativa do governo de se aproximar da taxa de 2,7 médicos por mil habitantes registrada hoje no Reino Unido, que, depois do Brasil, possui o maior sistema de saúde pública orientado na educação básica. Hoje, segundo o Ministério da Saúde, a razão no Brasil é de 1,8 médicos por mil habitantes – embora o Conselho Federal de Medicina (CFM) apresente o número de 2 profissionais por mil habitantes. Ao mesmo tempo, o Reino Unido oferece proporcionalmente o dobro de vagas para cursos de Medicina – lá, há 1,6 vaga por 10 mil habitantes, enquanto aqui a razão é de 0,8 vaga por 10 mil brasileiros.

A abertura de mais vagas de graduação é defendida pelos ministérios da Saúde e Educação devido à diferença registrada entre o número de formandos e a disponibilidade de vagas – de 2003 a 2011, surgiram 147 mil postos de primeiro emprego para médicos, enquanto se formaram 93 mil profissionais. Apesar de a proposta estar em segundo plano diante das recentes e acaloradas discussões envolvendo a contratação de profissionais estrangeiros e militares, o Ministério da Educação já começou as tratativas para estimular a criação dos novos cursos. Uma portaria foi publicada dia 23 de julho com algumas regras que serão levadas em conta na hora de autorizar a oferta de vagas -- entre os critérios, estão a necessidade do município possuir pelo menos cinco leitos por aluno e estrutura de urgência e emergência. Segundo o ministro Aloizio Mercadante, “só haverá expansão de vagas onde houver campo de prática”....

Fonte: Leia Mais...

0800 gratis!